Oferta de Tecnologia

Método de medição da resposta da fluorescência da clorofila a a variações da intensidade ou qualidade da luz

Para saber mais acerca deste perfil, deve efectuar o login, ou registar-se no portal.

Difusão

Internacional

Referência

26441

Válida até

03-11-2017

Resumo

Um grupo de investigadores de uma universidade portuguesa desenvolveu um novo método de medição da emissão in vivo de fluorescência da clorofila a por parte de organismos fotossintéticos. A invenção visa a medição da actividade fotossintética pela construção de "curvas de resposta à luz", uma forma muito generalizada de avaliar o estado fisiológico de plantas, algas ou outros organismos fotossintéticos. As vantagens do método, relativamente a soluções existentes, consistem na possibilidade de obter curvas de luz constituídas por medições independentes, medidas de forma não-sequencial, e muito mais rápida que com qualquer dos métodos em uso. A universidade procura empresas interessadas em desenvolver equipamento electrónico dedicado para a implementação do método.

Descrição

O método é baseado na combinação de i) projeção na amostra de um conjunto de feixes de luz separados espacialmente, de diferente intensidade ou qualidade, utilizando um projetor de luz de controlo digital, e ii) medição da fluorescência da clorofila a emitida como resposta a cada feixe de luz, através de um fluorómetro de imagem, como por exemplo um Fluorómetro de Pulso Modulado capaz de registar imagens do sinal de fluorescência (Figura 1).
O método permite uma melhor e mais rápida avaliação do estado fisiológico de organismos fotossintéticos como plantas ou algas, a previsão da variação da sua eficiência fotossintética em diferentes condições de iluminação, a identificação e seleção de variedades de organismos com melhor eficiência fotossintética, ou a deteção e a quantificação de efeitos de tóxicos na produtividade de plantas ou algas.

Aspectos Inovadores e Principais Vantagens da Oferta

A presente invenção permite a avaliação do desempenho e do estado fisiológico de organismos fotossintéticos e tem as seguintes vantagens relativamente às tecnologia existentes :
i) medição de curvas de luz de fluorescência constituídas por medições não-sequenciais e temporalmente independentes
ii) elevada rapidez de execução
iii) permite a possibilidade de definir e controlar com grande flexibilidade a gama de intensidade e coloração da luz a aplicar na amostra.

Fase de Desenvolvimento

Fase de desenvolvimento - Testado em laboratório

Comentários à fase de desenvolvimento

O método foi testado exaustivamente em laboratório, numa grande diversidade de amostras e condições de medição, tendo sido definido protocolos e os parâmetros operacionais que permitem orientar o desenvolvimento de novo equipamento.

Direitos de Propriedade Industrial

Pedido de patente ainda não atribuída

Exploração de resultados de I&D

Nenhum

Tipo de Colaboração

Acordo de licenciamento
Desenvolvimento conjunto
Adaptação a necessidades específicas
Teste de novas aplicações

Tipo de parceiro procurado

Indústria Academia, Instituto de investigação.

Área de actividade do parceiro

Fabricante de equipamento electrónico, Fabricante de equipamento laboratorial

Tarefa a ser realizada

Licenciamento ( industrialização, comercialização)

Descrição da Organização

Universidade Pública Portuguesa
pdf

Perfis semelhantes

Método Rápido de Afiamento Eletroquímico Método de transferência de energia sem fios Material compósito à base de carboneto de tungsténio, respetivo método de obtenção e sua utilização Bomba de caudal variável por deslocamento longitudinal Sistema de notificação e monitorização de acidentes para motociclos Substratos têxteis com grafeno, condutores, flexíveis, transparentes e antimicrobianos
A reconstruir o índice.
Aguarde por favor...