Oferta de Tecnologia

Método de transferência de energia sem fios

Para saber mais acerca deste perfil, deve efectuar o login, ou registar-se no portal.

Difusão

Nacional

Referência

26450

Válida até

28-09-2020

Resumo

Um grupo de investigadores desenvolveu uma nova forma de transmitir energia sem fios através de um acoplamento eléctrico ressonante. A invenção visa possibilitar a transferência eficiente de energia entre dois dispositivos fisicamente separados por uma distância significativa em comparação com o seu tamanho. As vantagens deste processo, relativamente a soluções existentes, são o aumento substancial da distância máxima de operação, quando comparado com o acoplamento eléctrico existente, e pela menor perda de eficiência causada por alterações significativas na orientação espacial entre o emissor e o receptor, quando comparado com o acoplamento magnético ressonante. A universidade procura empresas que pretendam integrar esta tecnologia nos seus produtos

Descrição

A invenção em questão diz respeito a um mecanismo de transferência de energia sem fios entre um emissor e um receptor baseado em acoplamento eléctrico. O emissor e o receptor são ambos projectados para serem electricamente ressonantes à mesma frequência. Quando um sinal a essa frequência é injectado no emissor este gera um campo eléctrico oscilante que estimula o receptor de forma a que se estabeleça um acoplamento eléctrico. O resultado é que uma parte significativa do sinal injectado no emissor é transferida para o receptor. A presente invenção é útil para um número significativo de aplicações de transferência de energia sem fios por apresentar um compromisso bastante interessante entre eficiência, distância máxima de operação, robustez face a alterações na orientação espacial dos dispositivos e

Aspectos Inovadores e Principais Vantagens da Oferta

A presente invenção apresenta as seguintes vantagens face a tecnologias existentes:
- aumento substancial da distância máxima de operação quando comparada com o acoplamento elétrico simples, habitualmente designado também de acoplamento capacitivo, ou com o acoplamento magnético;
- menor perda de eficiência em caso de alinhamento não ótimo entre o emissor e recetor;
- maior rácio entre a distância máxima de operação e as dimensões dos dispositivos envolvidos, quando comparada com o acoplamento magnético ressonante.

Fase de Desenvolvimento

Fase de desenvolvimento - Testado em laboratório

Direitos de Propriedade Industrial

Outros

Comentários aos Direitos de Propriedade Industrial

Pedido de Modelo de Utilidade

Exploração de resultados de I&D

Nenhum

Tipo de Colaboração

Acordo de licenciamento
Desenvolvimento conjunto
Adaptação a necessidades específicas
Teste de novas aplicações
Engenharia

Tipo de parceiro procurado

Indústria

Área de actividade do parceiro

A tecnologia apresentada nesta invenção será em princípio tida em consideração por empresas ligadas ao fabrico e comercialização de sistemas de transferência de energia sem fios.

Tarefa a ser realizada

Incorporação da tecnologia. Industrialização e comercialização.

Aplicação de Mercado

Esta invenção diz respeito a um mecanismo de transferência de energia sem fios que não está associado a nenhuma frequência, potência, fonte de energia ou carga específicas. Por este motivo, o potencial em termos de aplicabilidade é significativo. Em particular, prevê-se que esta tecnologia possa ser utilizada para, por exemplo, manter um computador portátil a funcionar sem fios e sem bateria quando equipado com um recetor e colocado dentro da área de cobertura de um emissor.

Descrição da Organização

Universidade Pública Portuguesa
pdf

Perfis semelhantes

Método de medição da resposta da fluorescência da clorofila a a variações da intensidade ou qualidade da luz Método Rápido de Afiamento Eletroquímico Bomba de caudal variável por deslocamento longitudinal Sistema de notificação e monitorização de acidentes para motociclos Processo para conversão de resíduos, efluentes e subprodutos orgânicos em materiais valorizáveis Substratos têxteis com grafeno, condutores, flexíveis, transparentes e antimicrobianos
A reconstruir o índice.
Aguarde por favor...